• 18/04/2017

Mia Via Mia Sapatilha Via Textura Dourada Textura Sapatilha qWUTSnxE

 
                  

A análise de viabilidade econômica e financeira é um tema muito falado no mundo dos negócios. Todos sabem que é muito importante realizá-la antes de investir, mas nem todos sabem como fazer. Qual é o seu conceito? Quais são as etapas? Que indicadores analisar? Como analisá-los? Neste artigo você verá um pouco mais sobre como fazer análise de viabilidade econômica e financeira de uma empresa.

O que é análise de viabilidade econômica e financeira?

A análise de viabilidade econômica e financeira é um estudo que visa a medir ou analisar se um determinado investimento é viável ou não. Em outras palavras, a análise de viabilidade econômica e financeira irá comparar os retornos que poderão ser obtidos com os investimentos demandados, para decidir se vale a pena ou não investir.

Por que fazer?

A análise de viabilidade econômica e financeira se faz importante devido ao fato de ela medir se um investimento trará retorno ou não para o investidor. Com isso, o investidor consegue eliminar projetos em que não compensa investir e direcionar seu esforço e dinheiro para projetos mais promissores, especialmente quando é necessário decidir entre dois ou mais projetos e se tem dinheiro para investir em apenas um.

Como fazer análise de viabilidade econômica e financeira?

Para fazer uma análise de viabilidade econômica e financeira é necessário seguir algumas etapas, sendo elas: projeção de receitas que o projeto terá; projeção de custos, despesas e os investimentos necessários; análise de alguns indicadores calculados em cima dos dados projetados de receitas, despesas, custos e investimentos.

1. Projeção de receitas

A projeção de receitas é realizada para identificar a capacidade de gerar dinheiro para o investidor. Essa projeção deve seguir algumas premissas importantes, como por exemplo: deve-se conhecer bem o mercado, para evitar projetar números que sejam impossíveis de ser atingidos.

Outra premissa importante é a de nunca começar a projeção de receitas com a capacidade total de geração de receitas, ou seja, deve-se começar a projeção com números mais realistas, como 50% da capacidade ou até menos. Tudo depende do mercado e dos investimentos que serão feitos.

Uma última premissa importante é sempre projetar crescimentos para as receitas, e isso é válido também para a projeção de custos, despesas e investimentos, pois tanto eles como a receita dificilmente permanecerão no mesmo patamar. Veja na tabela a seguir um exemplo da projeção de receitas baseado na estimativa de vendas de cada produto.

Via Sapatilha Dourada Mia Textura Mia Via Sapatilha Textura 2. Projeção de custos, despesas e investimentos

Da mesma forma que foi realizada para as receitas, a projeção de custos, despesas e investimentos da análise de viabilidade econômica e financeira deve obedecer algumas premissas. A principal delas é a de que devem existir custos, despesas e investimentos que justifiquem a sua projeção de receitas.

Por exemplo, se você estiver projetando a abertura de uma pequena indústria, sua projeção de vendas depende da capacidade da empresa de produzir. Logo, será necessária a existência de investimentos em maquinários, além de custos e despesas condizentes com essa projeção de produção.

Outro exemplo é a hipótese de que você projetou uma participação de mercado grande para o crescimento de sua empresa. Logo, é necessário que sejam realizados gastos elevados com marketing e propaganda ao longo da projeção. Vale lembrar também da importância de se projetar reinvestimentos. Um erro muito comum é o de considerar apenas um investimento inicial e assumir que a estrutura da empresa ou do projeto não irá se modificar.

Veja na tabela a seguir um exemplo de projeção de despesas para os mesmos produtos que foram projetadas receitas na seção anterior deste artigo.

3. Projeção dos fluxos de caixa

O fluxo de caixa é a dinâmica do dinheiro que entra e sai da empresa todos os dias. É um instrumento essencial para realizar a gestão financeira de uma empresa. O fluxo de caixa será obtido pela diferença entre as projeções das receitas e das despesas. Veja mais detalhes sobre o que é fluxo de caixa de uma empresa em nosso artigo. Como exemplo, o gráfico abaixo mostra como fica o fluxo de caixa para todo o ano para as projeções de receitas e despesas que já foram apresentadas.

Sapatilha Mia Dourada Mia Sapatilha Via Textura Via Textura

4. Análise de indicadores

Após ter realizado a projeção de receitas, custos, despesas e investimentos, e ter chegado à projeção dos fluxos de caixa, a análise de viabilidade econômica e financeira parte para a análise de indicadores. Existem vários indicadores para se analisar a viabilidade econômica e financeira de um projeto. Porém, iremos falar de apenas três deles: o Valor Presente Líquido (VPL), a Taxa Interna de Retorno (TIR) e o Payback.

É na etapa de análise de indicadores que o investidor irá descobrir se o investimento deve ou não ser realizado, pois analisando estes indicadores será possível identificar a viabilidade e a expectativa de lucros, além do tempo necessário para recuperar o total investido.

Taxa Mínima de Atratividade – TMA

Antes de falar sobre os indicadores, é válido comentar sobre a Taxa Mínima de Atratividade (TMA). Essa taxa representa o retorno mínimo esperado para um investimento. A TMA é definida levando-se em consideração a fonte de capital (próprio ou através de empréstimos), além da margem de lucro que se espera obter com o investimento.

A TMA varia conforme a empresa, e pode ser apurada de diversas maneiras. Uma referência geral para a TMA das empresas no Brasil é a taxa SELIC, taxa básica de juros da economia brasileira, pois ela afeta tanto o lado da captação de recursos, quanto das aplicações financeiras. Por exemplo, com a taxa SELIC em queda o acesso ao crédito fica mais barato, o que reduz o custo de capital de terceiros e consequentemente a TMA de uma empresa. Ainda, com a queda da SELIC as aplicações financeiras atreladas a ela têm sua rentabilidade reduzida, o que reduz o custo de oportunidade e também impacta em uma menor TMA. De forma oposta, altas na taxa SELIC levam a uma maior TMA.

Valor Presente Líquido (VPL)

O VPL é um indicador que analisa todos os fluxos de caixa esperados pelo investimento, em uma mesma data. Ou seja, todos os fluxos de caixa são descontados a uma Taxa Mínima de Atratividade (TMA) até a data do investimento. Esses fluxos são então somados e de seu total é subtraído o valor do investimento.

Se o resultado do cálculo do VPL for positivo, significa que o projeto tem capacidade de gerar lucros. Caso seu valor seja nulo (zero), significa que o projeto se paga ao longo dos anos, mas sem gerar lucro. E por fim, se o resultado for negativo, significa que o projeto não gera lucro e sim prejuízo.

Taxa Interna de Retorno (TIR)

A TIR representa a rentabilidade de um projeto de investimento. É expressa na forma de uma taxa percentual, seguindo a periodicidade dos fluxos de caixa. Por exemplo, se os fluxos de caixa são mensais, então a TIR resultante será também mensal. Se os fluxos são anuais, a TIR também será anual. Por isso, é dita como uma medida relativa. Quando substituída pela TMA no cálculo do VPL, o VPL torna-se “zero”.

Ao se analisar a TIR, deve-se ter em mãos a taxa mínima de atratividade (TMA) do investimento, pois será necessário comparar essas duas taxas. Ao se fazer a comparação, depara-se com três possíveis cenários.

  1. O primeiro deles é quando sua TIR é maior que a TMA. Neste cenário, seu projeto consegue pagar o investimento e ainda sobra capital (lucro).
  2. No cenário onde a TIR = TMA, significa que seu projeto consegue pagar o investimento sem gerar lucro.
  3. E o terceiro cenário é quando sua TIR é menor que a TMA, ou seja, seu projeto não consegue sequer pagar o investimento, gerando prejuízo.

Payback

O Payback é o indicador que mede quanto tempo um projeto levará para gerar os retornos que paguem o investimento. Existem duas formas de se calcular o payback.

A primeira forma é o payback tradicional, também chamado de payback simples, que não leva em consideração o valor do dinheiro no tempo. Por exemplo, se você investiu R$100.000,00 reais em uma empresa e ela gera retornos mensais de R$10.000,00, o payback será de 10 meses.

Outra forma de calcular é através do payback descontado, em que se utiliza a TMA para descontar os fluxos de caixa e trazê-los à mesma data do investimento inicial.

Exemplo de análise de viabilidade econômica e financeira

A partir do exemplo de projeção de fluxo de caixa apresentado aqui neste artigo, seguem os resultados de cada um dos métodos de análise de viabilidade econômica e financeira que foram citados. A tabela a seguir apresenta o fluxo de caixa do projeto e o saldo acumulado, utilizado para cálculo do período de payback.

O saldo acumulado soma os fluxos ao investimento inicial. Quando o saldo deixa de ser negativo tem-se o período de payback. O saldo descontado acumulado utiliza a TMA. Neste caso hipotético a TMA da empresa foi de 3% ao mês.

Por fim, a próxima tabela apresenta o resultado da análise econômica e financeira do exemplo deste artigo. Com uma TMA de 3% ao mês, o VPL do projeto foi positivo e a TIR foi superior à TMA. Por isso, a conclusão é que este projeto de investimento é viável e deveria ser escolhido pela empresa. Vale ressaltar que neste exemplo foram utilizados fluxos mensais, mas na prática é comum também que seja utilizada uma periodicidade anual, especialmente para projetos de longa duração.

Análise de viabilidade econômica e financeira – Conclusão

Este artigo mostrou a importância de se realizar uma análise de viabilidade econômica e financeira, além dos principais pontos necessários para sua realização. Importante destacar a necessidade de se fazer projeções realistas para o mercado e sempre justificadas por custos, despesas e investimentos em proporção similares.

Resumo
Nome do artigo
Como fazer análise de viabilidade econômica e financeira
Descrição
Como fazer análise de viabilidade econômica e financeira é uma preocupação recorrente no mundo dos negócios. Leia mais em nosso artigo.
Autor
Nome do editor
Par Mais

CATEGORIAS BLOG

CATEGORIAS BLOG

Deixe seu comentário

    • Manoel Dimas
    • 01/12/2017
    Responder

    Gostei muito das informações.
    agradeço.
    Parabéns.

  1. Gostei, muito esclarecedor e linguagem clara

      • Par Mais
      • 06/12/2017
      Responder

      Alcindo, boa tarde! Agradecemos muito seu generoso comentário! Sucesso!

    • eliane rodrigues
    • 13/12/2017
    Responder

    gostei muito tenho que fazer um trabalho sobre Análise de Viabilidade Econômica e Financeira de Projeto tem que ter ,O que é? Por que fazer? Como fazer?
    – Indicadores : VPL, TIR, Payback. O que são e como se calculam?
    – Aplicação prática dos 3 indicadores em uma implantação de WMS
    Creme Sandália Papete Mimopé Infantil Creme Mimopé Masculino Masculino Infantil Sandália Papete fqZxtxO (Warehouse Management System) em uma empresa, para avaliar a viabilidade
    do projeto.
    Custo de Implantação: R$ 180.000,00
    Redução de 50 para 30 funcionários ( estimar salário e encargos ).

      • Par Mais
      • 18/12/2017
      Responder

      Elaine, boa tarde!

      Infelizmente foge das nossas funções, aqui no blog. Desejamos sucesso!

    • Helton Rogério da Rosa
    • 28/01/2018
    Responder

    Muito bom o artigo. Utilizarei com toda certeza.

    Uma dúvida. Existe algum estudo/método de análise de viabilidade espacial de investimento? Algo que leve em consideração o local onde quero investir?

    Aguardo…

    • MARCELO BATISTA SANTOS
    • 05/02/2018
    Responder

    BOM DIA !

    GOSTARIA DE SABER SE VOCÊS FAZEM ESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICA E FINANCEIRA ?

      • Par Mais
      • 07/02/2018
      Responder

      Marcelo, bom dia!
      Fazemos sim.
      Temos clientes em todo o Brasil de diversos ramos de atividade.
      Gostaria que um consultor entrasse em contato?
      Você também pode escrever para [email protected]

      Até mais,

    • João Paulo Pessoa
    • Textura Via Textura Dourada Sapatilha Mia Sapatilha Via Mia 05/02/2018
    Responder

    Muito bem apresentado. Leitura de fácil compreensão no qual nos dá uma noção exata do que precisamos para fazer o projeto de viabilidade econômica e financeira.

  2. Bom dia eu amei este artigo a forma de explicação foi bastante clara e de fácil compressão. vo aplicar

      • Par Mais
      • 23/02/2018
      Responder

      Elisa, bom dia! Obrigada pelo seu comentário.
      Ficamos felizes de ser útil a você! Sucesso!

    • Zara Maria Silva Neiva
    • 04/03/2018
    Responder

    Muito boa a sua explicação ou a forma de descrever ou de fazer com que aqueles que nem estudaram sobre isso compreendam.
    Parabéns pela apresentação do artigo.

      • Par Mais
      • 06/03/2018
      Responder

      Zara, boa tarde!
      Maravilha esse seu comentário, é isso que a gente busca! Conhecimento para todos.
      Obrigado e muito sucesso!

    • shirley
    • 15/03/2018
    Responder

    Adorei o artigo….gostaria de sempre receber algumas dicas referente ao mercado.

      • Par Mais
      • 16/03/2018
      Responder

      Shirley, boa tarde!

      Ficamos muito felizes com o seu interesse. Você gostaria de mateiral para pessoa física ou jurídica?
      Avisa por aqui que enviamos para você…
      Sucesso!

    • Sapatilha Dourada Via Textura Sapatilha Mia Via Textura Mia Francisco Cruz Geraldo
    • 30/03/2018
    Responder

    Ótimo, ajudou-me na elaboração de um trabalho sobre análise financeira, em nível universitário, no Curso de Administração.

  3. Boa tarde !
    Gostaríamos de ter idéia de custo para fazer uma estudo de viabilidade econômica e financeira para um projeto turístico na região da Costa Verde.
    Mia Mia Textura Dourada Via Via Sapatilha Sapatilha Textura
    Grato

    • Matheus
    • 17/05/2018
    Responder

    Muito bom material, mas ainda estou com muita dúvida quanto ao TIR. Queria confirmar se entendi direito… Ele representa o quanto meu investimento vai ser valorizado ao ano? É isso? Fiz um projeto no meu TCC, meu TIR deu 17% (maior que a TMA de 10%), já sei que é viável porque a TIR é maior que a TMA, mas ainda não entendi o PORQUE, como isso se aplica na prática.

      • Par Mais
      • 21/05/2018
      Responder

      Matheus, boa tarde!

      É isso mesmo, a TIR representa a taxa de retorno (normalmente anual) que determinado projeto irá produzir. Ela pode ser usada para projetar o retorno anual ou como uma taxa de desconto para trazer os fluxos de caixa futuros para valor presente.

      A TMA depende de diversos fatores, mas é bastante influenciada pela taxa básica de juros (SELIC). Hoje a taxa está em 6,5% ao ano, então qualquer projeto deverá ter uma TMA maior que esta, pois um investimento em títulos do governo, que é considerado o investimento mais seguro, irá retornar ao menos 6,5% ao ano. Não faz sentido alguém correr mais risco para obter um retorno menor.

      A TIR sempre deve ser maior do que a TMA, pois a TMA representa o retorno mínimo esperado para determinado projeto. Se a TIR for menor do que a TMA, mostra que o retorno esperado para aquele projeto será menor do que aquele mínimo esperado. Por exemplo, se um empresário monta um projeto com uma TMA de 10%, quer dizer que o mínimo retorno que ele aceita para aquele risco que ele está tomando é de 10%. Se a TIR for menor que 10%, mostra que o retorno projetado para aquele projeto, ou para aquele risco, será menor do que o mínimo aceito por aquele empresário e o projeto não deve continuar.

      Sucesso!

    • Gustavo Salviano
    • 30/05/2018
    Responder

    Excelente artigo! Foi abordado um tópico de difícil entendimento com enorme clareza e concisão! Foi algum autor específico ou uma equipe que o elaborou?

      • Par Mais
      • 04/06/2018
      Responder

      Gustavo, bom dia!
      Ficamos felizes pelo artigo ter sido útil a você! Ele foi redigido pelo time de especialistas, pela equipe!
      Sucesso!

    • Jorge ConstantinoAraujo
    • 18/06/2018
    Responder

    Conciso e bem claro de fácil entendimento, obrigado

  4. Realmente é um bom conteúdo, eu acabei de entender o que estava difícil de entender.

    Mas preciso de uma ajuda, estou a fazer um trabalho de fim do curso, que fala exatamente do estudo de viabilidade econômica e financeira, e eu preciso mas conteúdo sobre isso. É possível me ajudar com relação ao meu pedido?

      • Par Mais
      • 05/07/2018
      Responder

      Liandro, boa tarde!
      Existe muita literatura sobre o assunto e depende muito do nível de complexidade de conhecimento e estudo que você está buscando. Para um nível mais básico / intermediário o livro Viabilidade Econômico – Financeira de Projetos da FGV seria um bom título.
      Sucesso.

    • Alexandre
    • 22/08/2018
    Responder

    Excelente texto. Sou consultor de Economia e Finanças e professor também. Vejo poucos materiais na Internet completoa como esse. No Estado da Bahia, de um modo geral, as empresas não tem a cultura de cobtratar estudod dessa natureza. Parabéns psra os autores

    • Jorge Ricardo lira de Souza
    • 24/08/2018
    Responder

    Bom dia, prezados amigos,
    Quero elogiar a qualidade das explicações e texto fantástico, muito eloquente do conteúdo e orientação sobre estudo de viabilidade financeira de negócios em relação a outros sites, o conceito e a clareza dos termos.
    Forte abraço.

Mais lidas do Blog

ver todos